Quanto ganha um Confeiteiro?

Qual o salário de um Confeiteiro? A profissão de confeitaria está sendo cada vez mais valorizada no Brasil e o mundo, exigindo do profissional do domínio de técnicas especiais que podem tornar ele o diferencial dentro de sua profissão.

O Confeiteiro trabalha especificamente com técnicas de produção de bolos e doces que podem ser feitos de forma convencional ou ainda gourmetizada, ou seja, com aderências de técnicas próprias desenvolvidas pelos profissionais à medida que se aprofundam nos conhecimentos gastronômicos de sua profissão.

O Confeiteiro é bastante solicitado em festas para a produção do buffet quando aos doces e bolos, já os salgados e demais quitutes ficam por conta do Padeiro, que por muitas das vezes é confundido com o Confeiteiro, cabendo lembrar que a profissão de Padeiro é mais geral, enquanto o Confeiteiro especifica seus conhecimentos voltados para a área de bolos e doces, deixando os quitutes gerais feito pelos Padeiros ainda mais gostosos com suas técnicas especiais e artísticas.

Quanto ganha um Confeiteiro?

O Confeiteiro tem a possibilidade de trabalhar contratado para empresas privadas ou ainda iniciativa pública em prefeituras municipais, ficando a critério do profissional desenvolver seus serviços nestes estilos de iniciativas ou ainda empreendendo de forma própria e bem autônoma, sendo essa última alternativa a mais procurada pelos Confeiteiros hoje em dia, pois possibilita uma média salarial maior ainda do que se contratado por alguma empresa ou prefeitura. Quer saber mais sobre o salário do Confeiteiro e sua carreira profissional? Vamos lá!

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para o profissional que trabalha na área de Confeitaria se resume em, como já dito anteriormente, na iniciativa pública, em prefeituras municipais, na iniciativa privada, em grandes empresas de restaurantes, buffet, hotelarias, entre outros, e ainda na possibilidade de empreendimentos próprios, com autonomia dentro da profissão, podendo desenvolver seus serviços e ganhar ainda mais por isso.

Quanto ganha um Confeiteiro?

Cabe ainda ressaltar que a valorização da profissão, mesmo sendo uma expressão artística de tão grande prestígio em todo o país e mundo, vai sendo valorizada à medida que cresce e se torna mais reconhecida, e, portanto, não são todos os Estados brasileiros que da mesma valorizam o profissional e seu trabalho, sendo assim se nota uma variação no salário e ganhos do Confeiteiro dependendo de em qual Estado ele se encontre e como oferta seus serviços, mas sempre ressaltando que a principal valorização do profissional deve partir dele mesmo.

VEJA TAMBÉM:

Para que um profissional se torne confeiteiro, incialmente, ele irá precisar apenas do segundo grau completo, que corresponde no Brasil a apenas o que se reconhece como Ensino Médio totalmente concluído. No entanto, é sempre bom ressaltar que o trabalhador que planeja crescer dentro da profissão, deve sempre sonhar alto e se preparar para o melhor, podendo fazer cursos técnicos no SENAI de sua região para confeitaria e ainda a graduação, em nível superior, em Gastronomia, recheando ainda mais o currículo e dando a si a maior possibilidade de valorização no mercado de trabalho.

Salário de Confeiteiro

O salário médio do Confeiteiro varia de acordo com o local onde ele trabalha, a região onde ele se encontra, seu nível de experiência na profissão e ainda suas qualificações profissionais dentro do segmento onde atua. Mas, em linhas gerais, no Brasil, a média inicial salarial do profissional Confeiteiro é de R$ 1.137,76, podendo alcançar á medida que ele se especializa na área os R$ 1.515,15 ou ainda R$ 1.400,00. Dependendo do tempo de aplicação àquele cargo e das qualificações do profissional o seu salário só tende a aumentar.

O profissional da área da confeitaria trabalha cerca de 44 horas semanais, tendo como máxima de contratação e vagas abertas no Estado de São Paulo, onde o profissional Confeiteiro irá conseguir uma das melhores valorização salariais do país. Além disso, se o profissional desejar ganhar ainda mais dentro da profissão pode optar com sucesso na área de empreendedorismo, abrindo seu negócio próprio e lucrando com ele, que por vezes soma cerca de 3 vezes o valor médio salarial de um Confeiteiro concursado ou contratado.

Onde estudar: Curso de Confeitaria

Curso de Confeitaria

Para conseguir ingressar na profissão o individuo deve apenas ter o segundo grau totalmente concluído, sendo que em nosso país esse estudo corresponde ao Ensino Médio em todos os seus anos. Mas, se o profissional deseja maior reconhecimento na área e procura ter um salário cada vez mais valorizado, ele precisará se especializar na profissão com o estudo técnico, que pode ser feito no SENAI de sua região, ou ainda na graduação em Gastronomia, tendo a possibilidade de fazer por meio do SENAC-EAD.

Concursos para Confeiteiro

Concursos para Confeiteiro

Como já dito anteriormente, é possível trabalhar na área de confeitaria como profissional contratado pela iniciativa pública, em prefeituras municipais, e para isso o indivíduo deve prestar e passar com êxito por algum concurso público. Infelizmente, no momento, ainda não estão abertos concursos, sendo um dos últimos apresentados no mês de Julho do ano de 2019 para a prefeitura de Cerquilo, em SP. Para estar por dentro de tudo confira periodicamente a disponibilidade de vagas em concursos em aberto, e se deseja compreender como funcionam os concursos confira o edital deste ultimo concurso e saiba mais, clicando aqui.

Deixe um comentário